Um Olhar Feminino
02 de Abril de 2010

Enigma Without End_Salvador Dali.jpg


Não há sensação que mais me ocupe a mente do que a sensação de total vazio.


É nestes dias que mais me questiono e analiso
e em que o pensamento, qual bisturi preciso,
mais me disseca e investiga. Tudo em vão!
Sendo uma busca cega, no meio do nada,
ocupa-me mais tempo e fico mais cansada
do que em dias da mais fértil produção.



(imagem: “Enigma Without End” - Salvador Dali - http://www.art.com/)

publicado por umolharfeminino às 16:43 link do post
23 de Março de 2010

publicado por umolharfeminino às 11:04 link do post
14 de Março de 2010

 
 
 
 
 
As dores da alma não deixam recados,
imprimem uma sentença que perdura pelos anos.
Um amor que acabou mal resolvido...
Um emprego que se perdeu inexplicavelmente...
Um casamento que mal começou e já terminou...
Uma amizade que acabou com traição...
Tudo vai deixando sinais, marcas profundas...
Precisamos trabalhar as dores da alma,
para que sirvam apenas de aprendizado,
extraindo delas a capacidade de nos fortalecermos...
aprendendo que o melhor de nós,
ainda está em nós mesmos...
Que amando-nos incondicionalmente
descobrimos a auto-estima...
Que se deixarmos seguir o caminho
da dor e da lamentação,
iremos buraco abaixo
no caminho da depressão.
As dores da alma não saem no jornal,
não viram capa de revista...
E só quem sente,
pode avaliar o estrago que elas causam.
Como não existe vacina
para amores mal resolvidos,
nem para decepções diárias,
o que vale é a prevenção...
Então...
Ame-se para amar
e ser verdadeiramente amado.
Sorria para que o mundo seja mais gentil!
Dedique-se para que as falhas sejam pequenas...
Não se compare, você é único!
Repare nas pequenas coisas,
mas cuidado com as grandes
que as vezes estão bem diante do nosso nariz
e não enxergamos...
Sonhe, pois o sonho é o combustível da realização.
Tenha amigos e seja o melhor amigo de todos.
Apaixone-se pela vida e por tudo o que é seu!
Sinta o seu cheiro e acredite em seu poder de sedução...
Estimule-se, contagie o mundo com o seu melhor...
Creia em Deus
pois sem Ele não há razão em nada!
E tenha sempre a absoluta certeza de que,
depois da forte tempestade,
o arco-íris vai surgir
e o sol vai brilhar ainda mais forte.

Paulo Roberto Gaefke
publicado por umolharfeminino às 11:07 link do post
04 de Março de 2010

http://sxc.hu/category/1082 /
 

 

"Muitos afirmam que o sexo feminino é mais invejoso do que o masculino, isso é mentira! Homens e mulheres sentem inveja e ela tem as mesmas consequências funestas para ambos. Durante as minhas pesquisas para escrever o meu primeiro livro “O segredo dos invejáveis”, isso ficou muito claro, os homens são tão invejosos quanto as mulheres. A história não me deixa mentir, com as suas narrativas de disputas de terras, de poder e de mulheres, por parte do sexo masculino. A história de Helena de Tróia foi um bom exemplo, invejada pelas mulheres e extremamente desejada pelos homens, ela acabou fazendo com que o seu marido, Menelau, também fosse vítima da inveja masculina.
Helenas, Menelaus, Laís, Rodolfos, Pedros e Joanas, cada um com as suas histórias acabam sendo pessoas importantes em seus contextos, brilham e se destacam ao seu modo e, mesmo sem desejar, despertam sentimentos de ciúme, cobiça e inveja. Aliás, é muito importante compreender a diferença entre essa tríade para que o diagnóstico da inveja possa ser realizado. O ciúme é a vontade de manter o que se tem; a cobiça é o desejo por algo que não se tem; enquanto a inveja é querer que o outro não tenha! O ciúme e a cobiça, até certo ponto, podem nos impulsionar a sermos melhores.
Imagine que você vá visitar o seu namorado no trabalho, ao chegar lá percebe que ele está na maior conversa com uma colega super inteligente. Ele a apresenta, vocês conversam, despedem-se, aparentemente tudo normal, mas você sai de lá incomodada e insegura. Ao invés de ter um surto de ciúmes você reconhece para si mesma que precisa ler mais, estudar e correr atrás de mais conhecimento. O seu ciúme a impulsionou a ser mais culta e a descobrir um mundo novo, a sua autoconfiança se fortifica e o ciúme evapora. A cobiça também pode nos fazer correr atrás de oportunidades melhores e a desenvolver capacidades latentes. Recordo de uma amiga da época da faculdade que fazia tricô, ela comprava os seus livros com o dinheiro das blusas e dos cachecóis que vendia, ela serviu de inspiração para muitas pessoas que passaram a vender doces, roupas, a traduzir textos... Infelizmente ela também foi alvo da inveja de outros. Naquela época comecei a compreender que um dos aspectos mais invejados do ser humano é a sua força interior. Sabe aquele brilho que se destaca no meio da multidão? A pessoa nem é tão bonita ou inteligente, não ganha milhões, por vezes tem que correr muito para dar conta do orçamento, mas ela tem um algo a mais, tem luz própria! Isso me faz lembrar da história da serpente e do vaga-lume. A serpente perseguia o vaga-lume por toda a parte, mas ele fugia, corria e resistia. Assim foram passando alguns dias até que ele, muito cansado, parou de fugir e disse a serpente:
- Posso lhe fazer uma pergunta?
- Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo, pode perguntar, disse a serpente.
- Eu pertenço a sua cadeia alimentar?
- Não
- Eu te fiz algum mal?
- Não
- Então, por que você quer acabar comigo?
- Porque não suporto ver você brilhar!
Quem nunca teve um amigo ou amiga que nunca soube o que queria da vida, até você começar a falar dos seus projetos pessoais? Você comenta que vai fazer um concurso público e no dia seguinte lá está ele estudando para fazer o mesmo concurso que o seu. Os invejosos querem realizar os seus sonhos porque eles não têm sonhos próprios, são extremamente competitivos e maledicentes, não se regozijam com a alegria de ninguém, não vivem, vegetam! O invejoso está sempre vampirizando a energia alheia, são aqueles que nunca elogiam nada e quando o fazem sempre destilam algum comentário maldoso do tipo:
- “Foi promovido? Parabéns, você mereceu conquistar essa promoção, só espero que você dê conta!”
- “Que linda que você está nesse vestido, finalmente conseguiu emagrecer!”
Um outro indício dos invejosos é a sua fixação por amuletos, figas, simpatias, fitas vermelhas no carro, eles vivem protegendo-se de um sentimento que conhecem muito bem! Aqueles que padecem desse mal sofrem com as conquistas alheias, por vezes chegam a adoecer, deprimem facilmente e amargam a própria incapacidade de sair da inércia da sua existência vazia. São ressentidos com a vida e julgam-se vítimas dela, vivem reclamando e martirizando-se, querendo incitar sentimentos de piedade. Quando conquistam algo que julgam importante, exibem feito troféus. Adoram expor a vida pessoal e tentam estimular a inveja em outras pessoas, feito um comercial de TV: “Vejam como eu sou feliz!”. Agem dessa forma por que não reconhecem o próprio valor, então necessitam que o olhar alheio confirme o que eles mesmos não conseguem encontrar, mas que vivem procurando, equivocadamente, na vida alheia."
publicado por umolharfeminino às 14:07 link do post
23 de Fevereiro de 2010

 
Eu te peço,
Atendas o meu chamado,
-Ainda que silencioso-
Eu que sou sempre tão presente,
-A te procurar-
Com tantas palavras a dizer,
-Para te fortalecer-
Para que acredites em ti,
Mas nesse instante,
-Fragilizada-
Sou eu quem precisa de ti,
E da tua palavra,
Doce e amiga,
Da tua presença junto a mim,
-Ainda que não fisicamente-
Nesse instante,
Preciso do teu carinho,
-Completo-,
Da tua compreensão,
-Infinita-,
E da força intensa,
Que tua alma transmite,
Necessito do teu pensamento,
Conectado ao meu,
E que tua luz intensa,
Junte-se a minha,
Fortalecendo-me a seguir em frente,
Preciso da certeza,
De que não estou sozinha,
Que pensas em mim,
-Que te importas-
Como penso em ti,
Nesse instante,
Quero somente,
Que ouças meu chamado,
E diga-me que estás comigo,
E não me deixarás jamais,
Sozinha no meio do caminho,
Nesse instante,
Preciso imensamente de ti...
Patricia Montenegro
publicado por umolharfeminino às 20:35 link do post
14 de Fevereiro de 2010

Quando alguém nos pergunta se somos honestos, em princípio ficamos indignados, só de pensar que alguém duvide de que o somos.

No entanto, é importante que reflitamos um tanto mais a respeito da honestidade.
Grande parte de nós nos dizemos honestos, mas será que verdadeiramente o somos?

Quando limpamos o jardim, por exemplo, nunca jogamos a sujeira no quintal do vizinho?

Saindo de um emprego, damos entrada no seguro desemprego, e logo, estamos empregados novamente. Comunicamos ao órgão competente que não necessitamos mais receber o seguro ou pedimos ao novo patrão que espere alguns meses para fazer o registro na carteira para que possamos receber em dobro?

Se estamos dirigindo um veículo, e, sem querer raspamos num outro que está estacionado, cujo dono não está por perto. Qual é nossa atitude? Damos no pé, ou deixamos um bilhete com o telefone para posterior contato?

Enfrentamos com honestidade a longa fila dos bancos, teatros, repartições, etc., ou sempre ficamos procurando um conhecido ou um jeito qualquer de passar à frente dos que chegaram antes de nós?

Se vamos a um espetáculo qualquer, costumamos marcar os lugares com bolsas, carteiras, ou outros objetos, para que nossos amigos que cheguem em cima da hora possam ocupar os melhores lugares, em detrimento dos que se esforçam e chegam cedo?

Se em época de eleições necessitamos pintar a casa, colocar vidros nas janelas, ou temos outra necessidade qualquer, procuramos um candidato para oferecer o nosso voto em troca de tais benefícios ou esperamos até que as possamos efetuar com nossos próprios recursos?

Tendo urgência no despacho de um processo em determinado órgão, esperamos o trâmite natural ou tentamos um jeitinho de ludibriar os que não têm condições de dar o conhecido jeitinho?

Se trabalhamos no setor de compras de uma empresa, procuramos realmente os melhores preços e condições de pagamento, pensando exclusivamente no melhor para a nossa empresa, ou compramos onde nos oferecem mais vantagens pessoais?

Ouvimos várias vezes o jargão popular afirmar que "TODO HOMEM TEM UM PREÇO". No entanto para a honestidade não há preço, não há barganha, não há corrupção, nem corruptores. A dignidade de um ser humano honesto não tem preço, pois seu valor é inestimável. Dessa forma, poderíamos alterar o jargão popular e dizer: TODO HOMEM DESONESTO TEM UM PREÇO, PORQUE A DIGNIDADE JAMAIS SE CORROMPE.

Se ainda não conquistamos a virtude da honestidade como deve ser, lutemos por conquistá-la, a fim de podermos olhar no espelho e não nos envergonharmos da figura ali refletida. Olhar nos próprios olhos e nada ter que censurar.

PENSAMENTO

Ser honesto é agir de conformidade com as leis divinas.

E não tentar ludibriar a própria consciência, porque mais cedo ou mais tarde ela nos apresentará a conta dos nossos equívocos.
Se o honesto hoje ainda é uma raridade, nós podemos inverter esse quadro, engrossando as fileiras dos que são verdadeiramente honestos, pois agindo assim, de nada teremos que nos arrepender.

publicado por umolharfeminino às 21:21 link do post
12 de Fevereiro de 2010

 humildade.jpg

"Humildade é um poder imenso que me protege do conflito e me ensina a ver benefício em tudo. Humildade vem de uma autoestima elevada. É quando permaneço de pé mesmo quando tudo me leva a cair. É quando não preciso provar minha bondade, nem sequer quando sou erroneamente acusado. É quando o silêncio interior é minha melhor atitude."
publicado por umolharfeminino às 23:40 link do post
10 de Fevereiro de 2010

 

 

Muito tem se falado sobre Amizade, e ficou bem estabelecido que Amizade é uma ligação de Amor existente entre pessoas, independendo de sexo, e do sexo.

Essa ligação não envolve interesses outros senão uma maneira especial de se gostar das pessoas, de saber se estão bem, torcer pela felicidade, e procurar fazer o possível para que essas amizades consigam atingir seus objetivos, desejar enfim, que sejam felizes.

Claro que não é apenas para se jogar flores... É dever de um amigo procurar alertar se percebe que o outro está enveredando por um caminho errado, é dar o famoso grito de alerta. Nem sempre bem interpretado, mas que sempre deve ser considerado.

Se notarmos que uma de nossas amizades está, segundo nossa concepção, tomando alguma atitude errada, devemos procurá-la e expor nosso ponto de vista, e ela que faça a média. Por vezes nós é que estamos errados, e poderemos refazer nossas ideias.

Isso se chama troca de opiniões, diálogo, algo muito importante entre amigos...

Convenhamos que não é muito fácil manter-se amizades por muito tempo. Sempre surgem divergências e, se estas arestas não forem bem aparadas, deixarão sequelas.

Muitas vezes um amigo se magoa com outro, mas não quer procurá-lo para dirimir aquela dúvida surgida para acertar aquela situação, e simplesmente se afasta. Penso que um afastamento puro e simples, não é indicado, pois através do diálogo aquela pendência poderá ser resolvida, e a amizade reatada. Por que afastar-se sem explicações? Se está magoado, exponha sua mágoa. Assim, ao invés de criar outra mágoa, poderá acertar tudo.

É interessante como pode surgir uma amizade. Vejam que belo pensamento:

"Felizes os que possuem amigos...os que os têm sem pedir. Porque amigo não se pede. Não se implora.  Não se compra, nem se vende..."Amigo a gente sente"

Sem dúvida... "Amigo a gente sente"... Sabemos quem nos fala com amizade, ou não. Melhor analisando, sabemos quem nos critica com amizade, ou quem nos elogia com maldade...

Muitas vezes uma crítica é um sinal muito maior de amizade, do que um elogio insincero.

Assim é que se pode reconhecer uma amizade. Temos que saber "sentir" quando alguém nos oferece amizade, ou se faz uma aproximação buscando alguma vantagem.

O perigo está em julgarmos errado, permitindo certo tipo de aproximação que depois se revelará daninho e dedicamos amizade, damos carinho a alguém que nos quer derrubar.

Esse erro de julgamento acontece com frequência. São riscos que corremos em nossa vida.

É importante termos amizades. É importante podermos dividir nossos problemas e nossas alegrias com pessoas que apenas estão procurando nos querer bem. Mas amizade é uma estrada de mão dupla... Se queremos TER amigos, é preciso que saibamos SER amigos... e o mesmo carinho e compreensão que pedimos, devemos saber dar.

As Amizades não são encontradas por acaso, temos que saber detectá-las ao encontrá-las... e não deixar que fujam.

Amizade não se define, não se explica, nem deve procurar ser entendida. Simplesmente, amizade a gente sente. Não sabemos porque... mas simpatizamos com alguém, da mesma maneira que antipatizamos, inexplicavelmente. Aliás, explicar prá que? Basta que não se seja uma pessoa totalmente insensível, e forçosamente sentirá algo assim por alguém.

 

Meu carinho pra você, que com muita alegria

posso chamar de AMIGO(A)!!!

Beijinhos de Luz...

Marcial Salaverry

publicado por umolharfeminino às 11:46 link do post
06 de Fevereiro de 2010


Todo dia eu agradeço a Deus
por ter você ao meu lado
Por ter o seu amor por inteiro
Por me mostrar o que é amar e ser amado

Deus me deu um Anjo
E após todo este tempo você ainda me surpreende
com seu carinho, sua sinceridade
e acima de tudo com seu conhecimento
Eu posso não saber muito
Mas tudo que sei são verdades
que você me mostrou ou me ensinou a ver
Sou tudo que sou porque você me amou
Você me mostrou tudo o que eu tenho de bom.
Eu não tenho como agradecer tudo o que
Você fez por mim

Pois hoje, meu Mundo é um lugar melhor por sua causa
Todo o Amor e toda a felicidade do Mundo
É o que eu desejo a você.
Sou tudo que sou porque você me amou

Amo Você
publicado por umolharfeminino às 01:21 link do post
04 de Fevereiro de 2010

 

A "ingratidão" por si só

 Já diz muito...muito triste,

Por quem a sente, sentimos dó,

Dó, porque esta palavra existe!

 

É tão triste, é tão penosa,

Esta palavra "ingratidão",

É como facada dolorosa

Certeira ao coração!

 

Não é fácil de a dizer,

Mais difícil é de a sentir,

É preferível morrer

Antes de a "ingratidão" sentir!

 

Não rima com Amor

Não rima com alegria,

Só nos faz sentir tanta dor,

Esta palavra triste...e vazia!

 

Ingratos são os filhos com os pais,

Desde a mais nova geração,

Não se lembram que mais tarde

Irão sentir essa mesma "ingratidão"!

 

Os amigos ingratos são

Para quem os ama e estima,

 Esquecendo que a "ingratidão",

 É o que de pior há na vida!

Chicailheu

publicado por umolharfeminino às 21:08 link do post
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
1 cometário
1 cometário
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
E é assim que muitas vezes somos oivido.
uerida amiga blogueira! vim saber as novidades. Sa...
Amei conhecer mais um blog para divulgar a palavra...
Estou a ver na televisao informacao sobre a greve....
Ola querida amiga blogueira de tantos tempos, vim ...
que palavras maravilhosas! um beijo
Boa noite, venha me visitar e leia a matéria dos d...
Como sempre, um olhar feminino para acalentar as b...
Ola vim deixar meu oi. de Carinho e amizade. que v...
Venho parabenizá-la por se cantinho.Muito bonito, ...
blogs SAPO